Filipa Ferreira: “Au Pair foi a experiência que mudou a minha vida”

Um ano, 12 simples meses, e tu pensas: Como é possível mudar tanto em tão pouco tempo? E no entanto quando regressas tudo está diferente. Tu estás diferente.
As pessoas chamaram-me maluca quando decidi deixar o conforto de casa para me aventurar no mundo Au Pair, mas eu não as ouvi… e foi a melhor coisa que fiz!

"Não tenho a certeza do que ia à procura quando parti, o que sei é que ganhei muito mais do que alguma vez poderia imaginar.
Tornar-me Au Pair foi a experiência que mudou a minha vida, que me mudou a mim. Um ano lá fora e de repente dás por ti a desafiar a pessoa que julgavas ser, um ano longe das pessoas que gostam de ti e atreveste a ser diferente, um ano sozinho e aprendes a tornar as tuas fragilidades em pontos fortes. A experiência de uma vida, sem dúvida.

Sempre adorei viajar, mas há algo de diferente quando temos a oportunidade de ficar num lugar por um tempo prolongado. Há um mundo fantástico lá fora à espera de ser descoberto, pessoas a conhecer, e não consigo deixar de me surpreender como pessoas de diferentes culturas, passados, idades, com diferentes objetivos e experiências de vida se podem conhecer de formas tão aleatórias e criar fantásticas amizades que podem durar vidas.

Algo que aprendi enquanto Au Pair é que a tua casa não tem de ser um sítio, pode ser uma pessoa, um som, uma música, um sorriso, um abraço ou até uma rotina… a tua casa é onde está o teu coração, onde te sentes seguro. Enquanto fui Au Pair senti-me realmente em casa.
Os laços com a família de acolhimento e com as crianças mantém-se fortes, bem como as amizades criadas durante o programa.

Desde o início que sabia que a minha experiência como Au Pair estava a ser fantástica, mas é apenas agora olhando para trás que realmente percebo o papel que este ano teve em tornar-me na pessoa que sou hoje.
Já passaram seis anos desde que voltei, e sem dúvida, nada do que eu vivi até hoje se pode comparar a esta experiencia.
Há decisões nas nossas vidas das quais nos arrependemos, algumas que não temos a certeza como nos sentimos e outras das quais simplesmente estamos orgulhosos. Tornar-me Au Pair é sem dúvida algo que guardo com orgulho.

Tudo o que aprendi durante o meu ano como Au Pair teve um impacto enorme na forma como tenho encaminhado a minha vida desde que regressei. Desde conseguir um melhor emprego por causa do meu nível de inglês e capacidade de adaptação a outras culturas, como a coragem para embarcar em outras aventuras por países estrangeiros. Desde o meu regresso já trabalhei dando apoio técnicos exclusivamente a países de língua inglesa, já estive a fazer voluntariado na Polónia por 7 meses, e estou agora a tentar desenvolver o meu próprio projecto em Moçambique.

A minha vida não teria sido a mesma sem esta experiência. Teria sobrevivido, ter-me-ia acomodado, mas não seria a pessoa que sou hoje, e não teria a mesma satisfação. Mais importante ainda, não teria conhecido as crianças que me tocaram o coração de uma maneira que eu não sabia ser possível. Assim posso apenas desejar que mais pessoas se atrevam a tentar, porque ser Au Pair é realmente uma experiência incomparável."

Podem ler o Blog pessoal da Filipa aqui:




Tal como em muitos outros casos, é um orgulho ver as nossas antigas Au Pairs darem cartas nos Estados Unidos!
E tu? Vais continuar aí parada? Embarca nesta aventura!

Comentários

Mensagens populares deste blogue

"Nem acredito que o tempo aqui está quase a acabar..."

Bolsas de Estudo para Universidades Americanas - Testemunho do Pedro Ferreira

Reportagem FORUM ESTUDANTE da MultiWay na Futurália 2017