Mensagens

GAP Year numa Universidade Americana - Testemunho da Mariana

Imagem
"Este ano que passou foi sem dúvida o melhor ano da minha vida, uma experiência que não vou esquecer! Ao sair de Portugal não chorei, nem a despedir-me dos meus pais, nem dos meus amigos, mas ao sair dos USA chorei como nunca tinha chorado!


Isto acontece porque neste ano que passou não fiz amigos, mas encontrei uma família! Pode parecer cliché, mas estávamos todos na mesma situação, sem família, sem as pessoas que realmente nos conhecem melhor que ninguém, portanto acabamos por nos aproximar de uma forma impossível de explicar! 

Para além disto, o ensino Americano é definitivamente de outro mundo! Pode parecer não muito exigente, mas a verdade é que o facto de os professores estarem lá a puxar por ti, e estarem verdadeiramente dispostos a ajudar faz toda a diferença! 

No geral, foi um ano de auto descoberta, de crescimento e de vida! Não trocava este ano por nada deste mundo, e aconselho todos que tenham a oportunidade de o fazer, a faze-lo, porque não há mesmo nada melhor do que …

"Nem acredito que o tempo aqui está quase a acabar..."

Imagem
A Matilde já está cheia de pena que o seu Ano Académico esteja a acabar! Passa mesmo num instante!

"Olá! Espero que esteja tudo bem por aí. Nem acredito que o tempo aqui está quase a acabar... Eu estou a amar tudo. Quando recebi a minha colocação fiquei radiante e nem sequer me veio à cabeça o quão pequeno este sítio é. Mas foi isso que me fez crescer e adorar tudo aqui. Temos feito tantas coisas!! A minha família é incrível e não podia ter pedido melhor!
Esta semana criamos um pequeno evento na nossa escola. Quando eu digo criamos eu quero dizer eu, a minha host sister que é Moldava e uma outra estudante de intercâmbio que veio de Itália. Fizemos isto com o propósito de informar os miúdos do quarto e quinto ano mais sobre os nossos países e a Europa. Antes disso, cada uma de nós foi duas vezes fazer uma apresentação a cada uma destas turmas. E depois disso fizemos este último evento.



Estar num sítio tão pequeno pode ser uma experiência muito positiva para tantas pessoas aqui. É …

Curso de Inglês em Londres – testemunho

Imagem
A Paula Bruno foi fazer um curso de Inglês a Londres e deixou-nos umas palavras de agradecimento:
“… quero apenas lhe dar o feeback e dizer-lhe que a minha semana em Londres correu muito bem, adoraria ter possibilidade de lá permanecer mais tempo!!
A evolução no inglês não podia ser muita atendendo ao curto período, mas o balanço é muito positivo, muito rico culturalmente pelo convívio e amizade que fiz com estudantes de tantas nacionalidades! Foi muito interessante, repetia já amanha se pudesse…”

Temos um vasto leque de cursos de línguas no Reino Unido e não só. Para saber mais informações clique aqui ou entre em contato com a MultiWay.

Bolsas de Estudo para Universidades Americanas - Testemunho do Pedro Ferreira

Imagem
A minha experiência na Troy University tem sido extremamente interessante e positiva!
As aulas têm uma dinâmica completamente diferente daquilo que estava habituado em Portugal: aqui preparam-me para uma profissão.
Tenho a sorte de ter um coordenador de curso, que também calhou ser meu advisor, que é mundialmente conhecido na minha área de estudos: Music Industry.

Sou membro da Marching Band da Troy University, que se chama Sound of The South, e é uma das bandas universitárias mais conhecidas nos EUA. Tem sido uma experiência totalmente diferente de qualquer coisa que fiz no passado. Isto é tal e qual como nos filmes. A banda toca no estádio nos dias de jogo de futebol americano e o público delira com a música!



Por muito que custe deixar a família e os amigos, quando se sai da zona de conforto e se vem para um país com uma cultura totalmente diferente o crescimento pessoal é exponencial!

Pedro Ferreira

Tal como muitos outros Estudantes Portugueses, o Pedro frequenta uma Universidade A…

Bolsas de Estudo para Universidades Americanas - Testemunho da Maria João

Imagem
E já faz dois meses e meio que deixei o território português para começar uma das fases mais importantes e decisivas da minha vida!! Depois de uma pequena paragem pelo estado de NY e NJ, vim parar à minha nova casa, North Carolina Wesleyan College, no estado da Carolina do Norte para os próximos 4 anos, penso eu...



Não posso dizer que é tudo novo para mim porque na verdade em 2015/2016 fiz um intercâmbio nos EUA, mas de um high school para uma university ainda há uma grande diferença!
Este últimos dois meses e meio resumem-se a aprendizagem... Foram dois meses cheios de emoções, drama, stress, cansaço, estudo e memórias. Na verdade, somos 100 internacionais, desde freshman a seniors, de 28 países diferentes numa universidade com apenas 1000 estudantes. Podemos dizer que somos imensos. Somos uma família, uma comunidade e importantes!



A adaptação foi fácil, consegui fazer logo amigos porque os freshman internacionais vivem todos no mesmo dormitório e passamos maior parte do tempo juntos…

Testemunho – Curso de Inglês de duas semanas em Nova Iorque (durante as Férias) | por Letícia Garcia

Imagem
“Bem, o curso excedeu com certeza as minhas expectativas. Na verdade, não o curso em si mas toda a experiência!

Quando se vai para um curso destes, principalmente sozinha, é um tiro no escuro e tinha um pouco de receio de não me integrar ao ponto de fazer esta viagem valer a pena porque, por muito que possam dizer, sem fazer amigos lá a viagem não é a mesma! E é ai que o curso ajuda imenso porque obriga logo desde o primeiro dia a que haja uma grande interação por parte de todos os alunos, quer os novatos, quer os residentes.



O ambiente na escola é muito bom, são todos extremamente atenciosos, quer seja em assuntos académicos ou de diversão. A avaliação para decidir o nosso nível é muito agradável e rápida sendo que no dia seguinte já estamos inseridos numa turma.

É de ressaltar que o curso é muito focado no "Speaking" o que é ótimo para quem queria treinar o seu inglês como eu!

Quanto ao meu professor, sem palavras! Desde a sua abordagem descontraída à maneira que nos corr…

“Educar bem é saber dizer não aos filhos”

Imagem
A psicóloga brasileira, de 67 anos, há muito que se tornou numa referência em relações familiares. Afirma que a obsessão dos pais ao quererem que os filhos tenham tudo e sejam felizes é o maior erro de quem hoje educa uma criança.
Retirado da revista Sábado de 24 de Agosto de 2017 Por: Sónia Bento

Quando vai a escolas dar palestras, Rosely Sayão é “bombardeada” com os mais diversos dilemas de pais, seja com filhos bebés ou universitários. Para a psicóloga, o principal problema de quem educa uma criança é limitar o seu desenvolvimento com a superproteção. “Estamos a criar filhos absolutamente dependentes”, afirma a paulista, autora do livro Educação Sem Blá Blá Blá, uma compilação de textos publicados no jornal Folha de São Paulo, onde escreveu durante mais de duas décadas. Agora, é colunista da revista Veja. Com uma filha de 42 anos, e um filho de 38, Rosely entende que, como mãe, fez o melhor que podia. O que, para ela, é o que todos os pais devem pensar: “Faço o melhor que posso”. Diz…